Sentido é sentir

Arte Terapia

O sentir, é a algo mágico. Ficamos tão apegados a visão, que não percebemos nitidamente as sensações de outros sentidos. A visão sempre é o primeiro contato com o mundo, o que muitas vezes rouba a cena de outras percepções.
Estar atento ao mundo é viver inteiro, não passar morto por tantos estímulos que são oferecidos para nós. Estímulos que nos conectam em mão dupla, de fora para dentro e de dentro para fora.
Quando despertamos psiquicamente para esse mundo, passamos a enxergá-lo e a interagir com sentido todo especial, pois os sentidos não são apenas de ordem mental, mas sim de sentido mesmo ( sentimento).
Podemos olhar um flor, e podemos ver uma flor, sensações e sentimentos serão transbordados , ao tocá-la muitas outras percepções surgirão, cheirando-a mais outras tantas, a vivacidade percorrerá seu corpo, então sentirás vivo.
Ao conectar você com o mundo, as manhãs não terão o mesmo cheiro da noite, e nem todas as noites serão mais iguais. Cada rua terá sua característica olfativa peculiar.
Presente realmente no mundo, ouvidos atentos ouvirá não apenas ruídos, mas sons, a começar pelo seu corpo, o ar, os batimentos cardíacos que sempre são acompanhados pelo sangue tateando a pele, e cada lugar do corpo. Isso é estar pulsante, e perceber o puxar do canto dos pássaros, um em cada canto, é estar atendo que cada um tem um tom e suas notas que com a audição afinada nos levamos para eles e eles nos trazem a paz e outras tantas palavras lá de cima.
Acordar para o mundo é abrir os olhos para a manhã, mas também para dentro de si, deixando o sol aquecer nossas células e nossos sentidos.

Aline Barcelos Arteterapeuta – Arte de Ser